Post: Novo vírus ameaça expor informações de celulares. Você está seguro?

Ataques a PCs não são novidade, boa parte dos usuários tem noções de segurança e prevenção, no entanto, ataques a plataformas móveis tem se tornado cada vez mais comuns.

13/04/2024 12h39
O tão falado ataque do ransomware WannaCry em maio deste ano atingiu 112 países e reacendeu as discussões sobre segurança digital para redes corporativas e usuários de computadores. (Imagem: Freepik)

Nem só de PCs vivem os vírus - na sexta passada (7) analistas da McAfee descobriram
 um novo ransomware chamado LeakerLocker que se passava por dois aplicativos aparentemente inofensivos na Google Play, loja de aplicativos para Android. Ataques a PCs não são novidade, boa parte dos usuários tem noções de segurança e prevenção, no entanto existem vários mitos envolvendo vírus nas plataformas móveis.


Ransomware é um tipo de malware (vírus) que impede a navegação e o acesso aos dados de um computador ou smartphone. O "resgate" dos arquivos só pode ser realizado mediante pagamento. 
Agindo diferente do WannaCry e Petya, o LeakerLocker extorque a usuário, ameaçando expor informações pessoais para as lista de contatos do telefone e email da vítima.

Imagine só, família, amigos e colegas de trabalho recebendo as suas informações privativas. Seria desesperador, não?
Para impedir a suposta ação, o pagamento precisaria ser feito em até 72h sob a "modesta" taxa de US$ 50.

As informações que supostamente estão sob posse do malware:
  • Fotos pessoais
  • Números de contatos
  • SMS enviadas e recebidas 
  • Histórico de chamadas
  • Mensagens do Facebook
  • Histórico de navegação do Google Chrome
  • E-mails
  • Histórico de localização do GPS


Os aplicativos responsáveis pela proliferação do LeakerLocker são: "Wallpapers Blur HD" (aplicativo de papeis de parede), baixado cerca de 5.000 e 10 mil vezes.

Enquanto o "Booster & Cleaner Pro" (aplicativo para melhorar o desempenho da memória do celular) entre 1.000 vezes e 5.000 vezes, para o blog Olhar Digital o número de vítimas potenciais do LeakerLocker pode chegar até 15 mil pessoas.


Segundo o blog da McAfee, a Google Play já retirou os aplicativos infectados e afirma que está investigando. As ameaças atingiram apenas o sistema operacional Android.



Resgate
Lembrando que não é aconselhável pagar por resgate, pois incentiva o aparecimento de golpes desta espécie. Mesmo que a quantia seja paga, nada garante que as informações uma vez em posse dos criminosos não sejam usadas para fins de extorção novamente.

E, ainda: analises dos técnicos da McAfee mostram que ele é capaz de acessar os endereços de e-mail, no entanto tem acesso a algumas fotos, partes do histórico de navegação algumas chamadas e mensagens recebidas, portanto o malware provavelmente não cumpre tudo que diz ter acesso.



Relembre o caso WannaCry
Estima-se que o ataque do WannaCry atingiu mais de 300.000 computadores nos seis continentes. No Brasil, várias repartições públicas foram afetadas - em especial o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).


Os computadores que tiveram os arquivos sequestrados pelo WannaCry não estavam atualizados e eram usuários do Windows XP, Windows Server 2003 e Windows 8.



As informações do seu aparelho estão seguras?

Não é difícil se proteger das pragas virtuais. Numa época onde real e digital confluem, qualquer descuido pode acarretar em prejuízos:


Celulares
Permissões
O aplicativo "Wallpapers Blur HD" requeria permissões nada comuns para um aplicativo de papeis de parede - como enviar e receber sms, fazer chamadas e acesso aos contatos. Quando as permissões não estiverem de acordo com a natureza do aplicativo, desconfie.


Resenhas

Aplicativos com vírus podem ter resenhas positivas, por isso tenha cautela, se preciso coloque o nome do aplicativo em algum buscador. 


Antivírus
O mito que celulares são seguros de malwares é passado, hackers cada vez mais investem em formas de atingir usuários de aparelhos móveis.
Escolha um antivírus que melhor se encaixe nas suas condições - há opções gratuitas e pagas

Backup
O backup garante que fotos e outros arquivos importantes sejam resgatados em caso de perda do aparelho, ataque de vírus, ou mesmo falhas acidentais. 


Computadores:
Atualização
Sempre atualize seu sistema operacional.
As atualizações são medidas de proteção e correções a fim de melhorar o desempenho do sistema, deixe-as ativadas. Não interrompa a atualização, pois contribui para deixar o seus dados vulneráveis às ameaças.
A fim de conter vulnerabilidades de sistemas operacionais anteriores, a Microsoft divulgou aos usuários um pacote de atualização para Windows XP, Windows Server 2003 e Windows 8.


Backup
Tenha uma rotina de backup.
O backup é uma medida que resguarda o banco de dados não só de ataques de malware mas também de panes no sistema.  


Cautela

Tome muito cuidado com os links recebidos via email por remetentes desconhecidos, ainda que estejam marcados como confiáveis - parece óbvio mas usuários ainda clicam.  Não é só a sua máquina corre riscos, mas toda a sua rede também.



Glossário:
Criptografia: Conjunto de técnicas utilizadas para codificar uma sequência escrita.
Malware: Termo genérico para definir softwares/códigos maliciosos. Inclui vírus, cavalo de troias, ransomware, spyware etc.